Por: DARUKIAN, O Ceifador de Orgasmos e sua Primeira Puta das Artes Sacroprofanas, Emonditte. Seres sem rosto nem forma, que tem como único propósito te fazer gozar muito (a vida).

Seguidores dos instintos

10 de julho de 2011

O banquete



Eram solteiros. Ele, mais velho. Ela, uma mocinha tímida que aceitou o convite para jantar. Marcaram o lugar: um quarto de um hotel. Não era o top, mas ainda assim muito bom. Ao chegar, a garota foi recebida de pronto por ele, que já esperava há tempos. Conversa vai, conversa vem, resolveram comer algo. E inesperadamente, ela pede um vinho tinto. Tinto e seco. Conversaram um pouco mais, até que o serviço de quarto trouxesse o vinho e algumas frutas. O anfitrião serve o vinho, e nota que a convidada de mocinha não tem nada. Enquanto preparava as frutas a serem servidas, mostrava uma parte dos seios em um generoso decote. Desviou o olhar para as frutas. Ela notou. Passou a língua nos lábios. Atento, percebeu que a garota queimava por dentro, e aproveitando a deixa, ofereceu-lhe uma taça, com todo respeito, e todos os olhares no decote e lábios da futura presa. Antes de receber a taça, um detalhe: os dedos se roçaram. Pequenos atritos gerando grande calor. Em troca, ela oferece um morango, aceito pelo anfitrião, chupado com certa lascívia e depois mordido. Sorriram. Finalmente, uma nova quebra do silêncio já quase místico.
- Gosta de uvas? perguntou ela.
- Gosto, e você?- E sem esperar resposta, oferece-lhe uvas.
Antes de aceitá-las, passou-as nos lábios e sorriu, contando um belo conto onde se dizia que as virgens antigas para se casarem convidavam os moços a lamberem os seu labios melados de uvas verdes, somente assim teriam sorte no casamento.
- Então, não faltará sorte para você.
Ao dizer isso, aproximou-se lentamente dos lábios da convidada, e com a língua, explorou os lentamente. Depois de completar o reconhecimento da área, terminou com um chupão no lábio inferior. Ela suspirou. Ele fez menção de se afastar, mas ela pediu para que voltasse, ao que ele respondeu:
- Ora, venha você. Se uva traz sorte, imagine vinho? - e passou os dedos molhados de bebida nos próprios lábios.
Outro convite bem aceito. Aproximou-se. Agora é ela quem lambe os lábios, e em vez de chupão, o finale é um beijo ardente, com direito a seios colados no corpo do anfitrião. Beijo ardente, mas contido. Mão nas costas dela, amparando. Não por muito tempo. Logo a mão desliza para os seios, sem que o beijo pare. A convidada ardia de tesão. Queria ser provada, e ser como comida testada lhe deixava ainda mais elétrica. Gemeu, jogou a cabeça pra trás e disse baixinho:
- Me toma, tira meu vestido e se sirva, sou teu prato principal oferecido nesta noite.
- Finalmente poderei me fartar...- diz ele, já descendo a parte de cima do vestido dela, e atacando faminto um seio designado para ser mamado, e outro para ser bolinado. Ouviu mais gemidos, e pedidos para que provasse tudo em meio a palavras já desconexas. Pediu educadamente para que ela se levantasse. Ao ser atendido, tirou o resto da embalagem do jantar. Sem vestido por pedidos próprios, e sem calcinha "de fábrica". A parte mais deliciosa do banquete já estava exposta, mas ele era o tipo que degustava aos poucos. Beijou-lhe a barriga e desceu lentamente, até que ela não aguentasse e levantasse a coxa por cima de seu ombro e implorasse para ser degustada por completo.
Encaixou a boca ali, pois agora os lábios a serem lambidos eram os de baixo. Lábios encaixados, língua solta a explorar. Começou pelos pequenos lábios, passeou pelo orifício do meio e foi parar no clitóris, em meio a sussurros, gemidos e a respiração ofegante da presa. Expôs completamente o prato principal. O predador aceitou, e passeou pelos dois buracos entre chupões leves e lambidas, roçadas de dentes e quase mordidas. Enfiou dois dedos em sua vulva, o que ela implorava. Só largou seu clitóris quando sentiu o gosto de gozo em sua boca. Ele sorriu satisfeito com o prato principal. Ela, por que que a sobremesa cremosa ainda estava por vir.

Darukian

Um comentário:

  1. Belo banquete!!!! Não sei se fico com aquela que é servida ou com aquele que se serve. Que delícia vou fazer um banquete deste agora... kkkkk

    Killian.

    ResponderExcluir

Agradeço por ter lido, mas há outra coisinha que quero que você faça. Responda: Gostou? Gozou? Então caia de boca na minha...caixa de comentários e libere tudo que quiser jorrar, com muita indecência!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...