Por: DARUKIAN, O Ceifador de Orgasmos e sua Primeira Puta das Artes Sacroprofanas, Emonditte. Seres sem rosto nem forma, que tem como único propósito te fazer gozar muito (a vida).

Seguidores dos instintos

12 de agosto de 2011

A espera


Todos os sentidos já latejam
à espera de que a pele palpite.
Através da palmatória em riste
O que mestre e escrava desejam?

Um sorriso tenso de tesão
Disfarçado por persona-meretriz.
Pois a boa escrava é pu(r)ta atriz,
por trás recebe a emoção

Ele goza de satisfação:
Ter uma boa receptora de falo
para a sacroprofana perver(a)ção.

Ela goza por antecipação:
A dor efêmera que sentirá no rabo
é pur(t)o passatempo, diversão.

Darukian, O Ceifador de Orgasmos

P.S.: Que foi, sua puta? O poema acabou, tem mais não...tá lendo mais o que? Quer apanhar da minha...foice antes de ir pra outro post? aahahaha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por ter lido, mas há outra coisinha que quero que você faça. Responda: Gostou? Gozou? Então caia de boca na minha...caixa de comentários e libere tudo que quiser jorrar, com muita indecência!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...