Por: DARUKIAN, O Ceifador de Orgasmos e sua Primeira Puta das Artes Sacroprofanas, Emonditte. Seres sem rosto nem forma, que tem como único propósito te fazer gozar muito (a vida).

Seguidores dos instintos

17 de agosto de 2011

Mistérios de Darukian - III

III


Encontrei um total de sete relatos até agora. Em ordem de achado, este foi o terceiro.

“Ruiva. Corpo “mediano”, porém atraente. Tatuagens de borboleta espalhadas pelo corpo. Uma tatuagem maior cobrindo o rabo, com o mesmo tema. Atração fatal por criaturas das trevas. Procura de liberdade nas sombras. Quarto.”

Após a depravada descrição, segue o seguinte relato.


“Seu quarto era uma cela. Ou, como ela preferia dizer, um casulo, de um tipo que não podia ser rompido por fora, por ela não ter força suficientes para tal. Numa noite, uma foice penetrou completamente em seu casulo, uma música chegou aos seus ouvidos e alguma luz pareceu surgir naquele antro de penumbra que cheirava a mofo.

- Olá....quem é você? – disse ela, antecipando-se ao visitante.
- Um criado da luxúria, podemos dizer assim...um servo que vaga pelas sombras. – respondeu-lhe a voz do ceifador, apresentando-se como gosta, com a mão em sua foice que estava apoiada no chão. Deixou-a meditando um pouco, e dessa vez tomou a iniciativa.

- Vejo que as sombras te interessam...mas paradoxalmente, você não quer ficar muito perto delas. Tem medo de que as sombras te seduzam, garota borboleta?
- Ja me sedu... O que diabos você é...uma luz? Um anjo? A salvação?
- Diabos... Nos chamam assim quase sempre, nunca nos distinguem. Me misturam a todos os servos menores...impuros incubus, lastimáveis sucubbus... amaldiçoados vampiros, desgraçados antropomorfos. Não sou nenhum destes. Sou um criado “superior”. Sou sombra sem forma nem rosto. Uma luz negra, que precisa da treva total para ser vista... Um anjo? Não. Essa é a sua sina, mas não está ligada a mim. Sou talvez, a sua perdição. Você correria o risco de se perder para alcançar sua almejada liberdade?

A garota estava deitada e nua, conversando naturalmente. Mais naturalmente ainda, o ceifador se aproximou, com sua foice sombria e sentou-se na cama, passeando com as unhas sobre sua pele e cantarolando enquanto a garota pensava. Pensamentos subiam e desciam junto com os calafrios e arrepios causados pelo ceifador. Finalmente, ele retomou a palavra.

- Parece estar decidida a me pagar o preço... Então, o que deseja, garota borboleta?
- Desejo o poder de voar...sair daqui e encontrar a luz. Encontrar o anjo que tanto me seduz e...
- Que rima bonitinha, pra uma putinha... Seu desejo será realizado, mas só posso te libertar para voar pelas sombras...e sei que estás disposta ainda assim a correr o risco. Seu desejo será realizado, e te tratarei como uma borboleputa.

“Hora de voar”, disse ainda a voz rouca e sombria do ceifador, antes de acariciar o rosto da garota borboleta, tratada talvez injustamente como puta faminta na plenitude da ânsia de sair do casulo. Deitaram-se juntos, o ceifador e a borboleta. Acordou sozinha (a agora mulher), com grandes e majestosas asas para voar o quanto quisesse pelas sombras, a procura do seu desejo.”

Os relatos que restam, de quatro...não se passam em quartos, ao que parece. Um deles é de um insolente embriagado, outro de um templo sacroprofano, um terceiro sobre uma punição, de quatro, algo sobre a formação de uma discípula. Ainda estou recuperando ao máximo a linguagem dos relatos, que é problemática, esguia como uma língua ávida por outra...em breve trarei as sombras para a luz negra, espero que aprendam algo com eles.

Darukian, O Ceifador de Orgasmos



P.S.: Pois é, borboleputa, eu lembro que avisei...quem mandou aceitar o contrato? Aliás, enquanto ela não responde... Alguém aí querendo fazer contrato também?

Clique aqui para ler o capítulo 4

10 comentários:

  1. Relatos deliciosamente interessantes...

    beijos

    Cris e Junior
    http://desejosefantasiasdecasal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. kkkkk..ela vai rolar de rir ...ficou muito bom,,,

    que imaginaçao meu querido...

    adorei....

    bjocas

    ana casada

    ResponderExcluir
  3. KKKKKKKKKKKKK
    Goz(t)ei !!!
    Tal qual a Ana disse, rolei de rir, rssrsrsrs

    O que mais gostei na verdade, foi saber que nesses relatos, ainda que ilegíveis, há indícios da formação de uma discípula. Gostei da idéia!
    Me parece que leu direitinho os documentos sobre a alma do ser dentro do casulo...

    Duas correções apenas:
    - A Borboleputa NÃO É RUIVA!!! Terei que trocar esse avatar, cacete!
    - A Borboleputa não mais almeja encontrar um Anjo... Sou mais demônios e criaturas das sombras...

    Fala sério... quanta imaginação! rsss
    beijos da Borboleputa

    ResponderExcluir
  4. Ah, perdi o capitulo o qual descreve sobre o contrato.
    Deliciosamente sugestivo.

    Escarlatte

    ResponderExcluir
  5. Hummm gostei dessa borboleta!!! E acabas assim delicado como ela quem é o adestrador e quem é a adestrada neste caso me fica a dúvida... a suavidade te pegou senhor das sombras kkkk Killian.

    ResponderExcluir
  6. DARUKIAN,

    deliciosos relatos...

    Espero que pelo menos o terceiro fragmento sobre uma punição, de quatro, algo sobre a formação de uma discípula, seja descrito aqui.

    Adoro disciplinas onde as adestradas (submissas) ficam de quatro...rsrsrs, não sei porque, mais adoro!

    Ah! Você me parece familiar...

    Beijos carinhosos,

    ÍsisdoJUN

    ResponderExcluir
  7. Hummm..borboletas?! Mistura-se fascínio e temor em mim, ao olhar uma..Acho que temo mais a borboleputa que o ceifador. Acho que ela me daria mais prazer!

    ResponderExcluir
  8. kkkkk achei hilário, porém, muito interessante este enredo. Gostei muito do seu blog sr ceifador e também do humor negro.

    ResponderExcluir
  9. Essa borboleta eu conheço há tempos, frequento seu casulo. É sexy no que deseja e leal aos seus instintos. Não acredito que se prenda à contratos. Assim como eu, ela dá mais valor à palavra empenhada. Um bj gostoso.

    ResponderExcluir
  10. Adorei. Mas confesso que me chamou muito a atenção esse "templo sacroprofano, um terceiro sobre uma punição, de quatro, algo sobre a formação de uma discípula." Muuuito instigante.
    Estou adorando, rs

    ResponderExcluir

Agradeço por ter lido, mas há outra coisinha que quero que você faça. Responda: Gostou? Gozou? Então caia de boca na minha...caixa de comentários e libere tudo que quiser jorrar, com muita indecência!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...