Por: DARUKIAN, O Ceifador de Orgasmos e sua Primeira Puta das Artes Sacroprofanas, Emonditte. Seres sem rosto nem forma, que tem como único propósito te fazer gozar muito (a vida).

Seguidores dos instintos

15 de agosto de 2011

Contrato


Rabo, eterna tara que me foi dada!
A ti dedico as gozadas
Se tu me dá as duas pregas
Te arrombei por duas eras
E deixei-te esfolada

Se aceitar a empreitada
Dessa minha pica-fera
Dá-me logo uma piscada
Depois uma rebolada
Abre as bandas desse rabo
Que essa rola mal espera
A hora de uma gozada.

Darukian, O Ceifador de Orgasmos


P.S.:
Dedicado ao rabo da Ana Casada, esse da foto mesmo. E a todos os outros, claro. Pode bater agora, ahahaha.

Um comentário:

  1. querido muito bonito poema,,kkkk....gozei,,rsss

    como vc diz,,,gostar é pouco,,tem que gozar....

    adorei...

    bjocas

    ana casada

    ResponderExcluir

Agradeço por ter lido, mas há outra coisinha que quero que você faça. Responda: Gostou? Gozou? Então caia de boca na minha...caixa de comentários e libere tudo que quiser jorrar, com muita indecência!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...