Por: DARUKIAN, O Ceifador de Orgasmos e sua Primeira Puta das Artes Sacroprofanas, Emonditte. Seres sem rosto nem forma, que tem como único propósito te fazer gozar muito (a vida).

Seguidores dos instintos

12 de outubro de 2011

Mistérios de Darukian - XVIII

Perdeu o começo da putaria? Clique aqui para ver o índice de capítulos 

XVIII




Após “fazer um breve ritual sacroprofano para a deusa” continuei. A epígrafe dizia:

“Fim da folga enganosa, encontro e reencontro”

Dessa vez, a fala parecia ser do ceifador.

“De vez em quando a deusa resolve “me dar uma folga” achando que vai se livrar de mim. Aí ela sai caçando a “presa perfeita”. Mas ela nunca percebe que EU sou a presa perfeita, heh. Uma vez, quando ela foi caçar em um show de rock, resolvi me revelar só pra provocá-la e deixá-la puta de raiva.

Me disfarcei de metaleiro, e peguei fácil fácil! Levei pro motel, iludi a recepcionista com um truquezinho básico, arrombei a deusa-puta gostosa, deixei ela lá exausta e ainda resolvi tirar sarro (depois de sarrar muito nela, claro): “Acha mesmo que outro macho no mundo consegue te satisfazer como eu faço, deusa? Enquanto você fica aí percebendo que não vou aproveitar o finzinho do meu dia de folga. Até sempre, deusa-puta gostosa!”

Por que eu posso chamar de puta e os mortais não? Ora, eu sou foda, os mortais não. Os mortais morrerão se a chamarem assim, eu não. Sou o ceifador dela, ela é minha deusa-puta, conheço quando a minha deusa aceita ser chamada assim e quando não. E por que isso a deixa mais irritada (ou melhor, mais puta). Ela fica mais (puta)gostosa quando se irrita. Diria que gosta até (afinal gozar ela sempre goza, e em quantidade deve ter perdido a conta há milênios). Na volta, avisei pra recepcionista que a “puta” que tava lá em cima ia pagar tudo (ela ficou tão puta que começou matando a recepcionista) e fui encontrar alguém para me divertir pelo resto da folga (ou seria melhor dizer RE-encontrar?).

Fui atrás da segunda presa da noite, afinal, Darukian não escolhe uma qualquer quando quer realmente se divertir e deixar a deusa-puta mais puta. De moto? Não, muito lento, aquilo era só pra enganar a deusa. Muito mais rápido é sumir nas sombras e reaparecer onde quero.

- "Branca, olhos grandes e hipnotizantes. Pele branca, seios médios. Muito rabo, potencial igualmente grande. Discípula/Aprendiz. Quarto. Reencontro.” – Ecoou uma voz rouca nas sombras de um quarto.
- Olá, Darukiaaaan... Sabe, parando pra pensar... Eu odeio as suas descrições. Me sinto uma “coisa” dentro delas – comentou uma voz feminina que já estava no quarto.
- É raro que você pare pra pensar, mas me sinto honrado em ter contribuído para esse notável acontecimento. E pra mim, você é um “objeto”. Meu “objeto de trabalho”.

- Imagino que motivo levou o multilendário ceifador de orgasmos a largar a sua magnífica deusa e vir atrás de um “objeto de trabalho”. A tua deusa tá ficando velha/enferrujada? Perdendo o tesão pelo seu “objeto de veneração ou é outro motivo em particular? – disse a garota, se ajeitando na cama e esperando a resposta.
- E está até imaginando...uau, quanto progresso! Quer mesmo saber o motivo? Fácil! É o mesmo (ou talvez não seja) pelo qual você não se satisfaz com o seu humano e fica implorando em seus pensamentos mais ocultos para que eu apareça aqui de madrugada e cuide desse ensopado que já recomeçou. Cansou da vida de humana ou seu lado succubus não consegue mais suportar o tal “amor”? A foice do teu macho enferrujou tão rápido, Emonditte? Ou foram as suas habilidades que enferrujaram com uma foice cega? – riu-se o ceifador depois de sentar-se na cama e mostrá-la entre os dedos da pinça o quão ensopada ela estava.

- Realmente eu odeio você e essas habilidades, “predileto da deusa”. Só tem uma coisa que eu gosto em você: a foi--
- Todo o conjunto, eu sei. Eu te conheço, mana. Mana-puta Emonditte, você não aprendeu bem algumas lições (como a de falar tudo sem medo). Acho que preciso te dar umas “aulas de reforço”
- Hmm...então me dê “aulas de reforço”, Darukiaaan...

Aiai, eu ainda estou rindo ao lembrar disso. As duas caíram tão facilmente no plano que pareciam tê-lo visto antes e concordado com tudo (e ainda opinado sobre o que fica melhor), heh. E para deixar a deusa mais puta, na primeira oportunidade que tive eu descrevi as minhas “aulas de reforço com a mana-puta”, com todos os detalhes sussurrados em seu ouvido (depois de imobilizá-la para não apanhar, lógico). Foi algo mais ou menos assim:


‘Quando cheguei nas sombras do quarto da Mana, ela já estava sem nada, me esperando. Em cinco minutos, deixei-a ensopada só com as palavras, e mostrei meus dedos enxarcados dela pra provar. Aí...eu lambi os dedos beeem devagar...e comecei algumas “aulas de reforço” com ela, deusa.

Sabe aquela massagem de corpo inteiro que eu te dou com as mãos e com a boca? Ela não parece ter aprendido, então ensinei pelo exemplo. Mordiscando e massageando os pés dela, e subido devagarinho pelas pernas até chegas nas coxas e dar umas mordidas mais fortes. Ela tem um conjunto de coxas/rabo que levanta foice até de ceifador zumbi, deusa.

Eu subi mordiscando a barriga dela. Deusa...nessas horas a putinha já tava implorando pra eu cair de boca. Mas quem manda no “ritmo de aula” sou eu, heh. Depois de subir mordiscando a barriga encontrei os biquinhos apontando pra mim. Que nem os seus. Só que os seus são melhores, mais tesudos. Aí eu mordisquei bem assim...uhum...

Curiosa pelo resto, deusa? Fica de quatro que eu conto o resto. Fica de quatro, fica...isso... Pois é, deusa... A vagaba ficou de quatro implorando pra tomar vara no rabo, ficou rebolando...uhum...rebola, rebola. Você deveria ensinar ela a rebolar, deusa...ela tem clASSe, resPEITO e muito talento mas ainda precisa aprender muito. Ensinei ela a ter um pouco de paciência.

Lambi aquele rabão e dei outra mordida. Ela tem um rabão...não é que nem o seu, deusa, mas é muuuuuito bom... depois fui mordiscando e beijando e lambendo as costas dela sem pressa nenhuma...sabe...exatamente assim como eu tô fazendo? Aham... Aí meu pau encostou na entradinha e ela ficou rebolando e tentando fazer ele entrar. Eu só deixei quando eu subi até o pescoço. Aí ela se arrepiou em cima e embaixo. Ui, deusa...senti...se arrepiou também heim... Mais pra trás, deusa...ainda não entrou tudo. Isso...quer que eu conte ou gema o resto, deusa? Só mandar... Mande no seu servo...

Seu desejo...é uma ordem, deusa. Hmm...aí...ela começou a rebolar bem gostoso...aiai deusa, vai rebolando...uhum... isso...mas depois resolvi lembrar pra ela que era eu que tava mandando e pá! Parei ela, ajeitei e comecei a montar com vigor o rabo da puta, desse jeitinho que a deusa gosta. A deusa até goza, né...goza, deusa... ISSO! Deusa gostosa! Hehe...

Hmm...sabia que você ia gozar de saber disso...mas isso foi só o começo da aula, deusa...eu tive que dar (na verdade ela que deu muito), dei aula pra ela até o último instante da folga e vim correndo pra não me atrasar pro trabalho. Ficou curiosa pelo resto, deusa? Hmm...então...que tal abrir a boca...isso...fechar os olhos e...”perguntar” daquele jeito que só a deusa sabe?’


Mais ou menos assim...tudo sussurrado no ouvidinho da deusa. E aí quando ela pergunta eu respondo imediatamente. Do jeito que ela quiser. Gemendo, gritando, sussurrando... Enfim, tive que contar o resto pra deusa-puta. E aí ela ficou muito puta...puta como só ela sabe ser e não ensina a puta nenhuma.

E acabei de uma voz feminina e poderosa: “Darukian, meu querido ceifador filho das trevas... a punição eterna te espera!”... Pois é, a deusa ainda está puta como só ela fica. Aiai, minha pica...heh, nem escrevo mais nada, fui atender a deusa. Esperando que morram de tesão, Darukian.”

Assim termina o relato, sem punição para o ceifador que brincou com a deusa mais uma vez. Comecei a pensar na possibilidade de omissão da punição por parte do ceifador. Ele provavelmente é punido severamente pela deusa quando comete falhas, mas omite o fato para privilegiar o ego, e parece fazer esse tipo de afronta já consciente de que irá chamar a atenção da deusa (sem exagerar para que a punição não seja a morte), ou seja, ele é realmente muito esperto. Outro fato interessante é a Emonditte se revelar uma succubus na segunda parte...mas...ela sempre foi ou virou uma graças ao ceifador? Ainda há muita coisa a descobrir desses relatos.

DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS
P.S.: E aí, gostou/gozou da continuação? Foi uma brincadeira de criança né? rss Pois é...agora é só cair de boca no meu arquivo/caixa de comentários, minha cara puta leitora! O próximo vai ser algo bem..."didático", digamos assim. Avisando que a partir dos próximos capítulos farei um teste: Postarei 3 capítulos na madrugada de domingo para segunda, pra começar a semana ceifando as energias de vocês, rss. Entre eles, um capítulo muito exótico e um especial de Halloween, aguardem os mistérios de Darukian que ainda tem muita coisa a ser dita (acho rs).

Clique aqui para ler o próximo capítulo

5 comentários:

  1. Tá cada vez melhor....



    beijos


    Cris e Junior
    http://desejosefantasiasdecasal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Uauuuuuuuuuuuuuuuuu Ceifador!!!
    Esse foi Orgástico para a ruivinha e de orgásticos múltiplos!!!!
    Aaaaaaaaaaaaaaa quero mais!rsrs

    Bjs doces carinhosos , mega feriado e Feliz dia Das crianças...


    Ayesjk@

    ResponderExcluir
  3. Hummm... se eu fosse a deusa, punia sem dó esse Ceifador gozador.

    E quer dizer que a Emonditte (re)apareceu? Tá ficando bom esse negócio!

    Agora... minha memória está falhando... Tô te devendo alguma coisa ainda? refresque minha memória, kkkkkkk

    beijos borboleputos!

    ResponderExcluir
  4. A deusa tá ficando muito boazinha..
    Adorooo essas peripécias que o Ceifador andou aprontando, ahhh mas ele tinha que ser severamente punido..!!

    Bjus Darukian

    ResponderExcluir
  5. querido vc se supera a cada dia...

    adorei esse..
    e essa deusa é uma sortuda..ter você..é um previlegio..

    beijocas

    ana casada

    ResponderExcluir

Agradeço por ter lido, mas há outra coisinha que quero que você faça. Responda: Gostou? Gozou? Então caia de boca na minha...caixa de comentários e libere tudo que quiser jorrar, com muita indecência!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...