Por: DARUKIAN, O Ceifador de Orgasmos e sua Primeira Puta das Artes Sacroprofanas, Emonditte. Seres sem rosto nem forma, que tem como único propósito te fazer gozar muito (a vida).

Seguidores dos instintos

31 de dezembro de 2011

Feliz Ano Novo, Putosfera!

Mas quem fala isso não sou eu. É o Darukian. Eu sou só um poeta exótico que diz umas coisas bonitas de vez em quando e outras muito loucas quase sempre. "E cadê o Darukian?", vocês devem estar se perguntando. Em um momento de profunda introspecção. "Aquele momento em você entra e sai feito louco de um monte de grutinhas molhadas", mandou dizer ele, pra que a mensagem fossem bem captada por todas as suas "putas leitoras".

Também deixou uma foto e uma mensagem em código sacroprofano. Aí vão:



Segundo ele, "essa foto representa bem o ano novo. A estupefação diante da magia das aparências, onde um ano novo parece representar tudo novo, ou melhor dizendo, onde uma xana nova e ensopada pode parecer algo pra a gente se espantar, arregalar os olhos e dizer "This is...PUSSYYY!!!!", mas na verdade é só mais uma xana pra gente arreganhar e cair de boca. Caiam de boca no ano novo como caem numa xana ou numa barra de picadura, e tudo vai ser feliz".

Que venha os novos anos
Dos muito sacroprofanos
Que venham mais
Muitos anus
Para todos os fulanos.

E é essa a mensagem em código dele. Diz ele que os poetas não entendem dessas coisas. Enfim...é isso. A todos da blogosfera erótica, vulgo conhecida por 'PUTOSFERA', um feliz 2012.

O Poeta Exótico

24 de dezembro de 2011

Mistérios de Darukian - XXIX

Perdeu o começo da putaria? Clique aqui para ver o índice

XXIX




Estamos na época de natal, então vou mostrar algo interessante dessa vez.

“Pólo norte. Esquentar o frio. Peru, rosquinhas e leite quente”

Vocês irão se espantar com a presa do Darukian no natal.

“Um ceifador também é designado para tarefas inusitadas, mas necessárias para a boa manutenção do mundo das sombras. Gozar é ser feliz, e se é feliz nas festas(dizem os humanos). E que festa seria maior no mundo que o natal? No natal, as sombras trabalham para que a festa brilhe.

O que tu pensas nas épocas de natal? Presentes, felicidade? Renas? Pinheiro? Papai noel? O papai noel tem a sua companheira, e a mamãe noel só pensa em uma coisa nessa época: Peru.
Nada é mais importante que um belo e suculento peru pra nossa mamãe ficar feliz.

Papai noel é muito ocupado, e mamãe noel não pode ficar sozinha, sob o risco de um ataque de ciúmes repentino destruir a felicidade de milhões de crianças de corpo e alma espalhados pelo mundo. Adivinha quem sobra pra fazer o “trabalho pesado”? Eu, é claro.

Eu sempre preparo um peru especial pra mamãe noel: grande, suculento, vai até um molho especial (de leite depica, claro). Ela espera ansiosamente. De quatro. Uma cadelinha? Não, uma rena particular. Tem anos que ela resolve até usar coleira e chifrinhos.

Ela sempre diz (ou melhor, geme) que vale a pena esperar e cai de boca no meu peru. De boca, de peito, de língua, ela realmente se esbalda no boquete-banquete de natal, apesar do prato principal ser sempre meu. Mas ela é tão faminta que eu suspeito que passa fome o resto do ano e se sustenta dos poderes do caldo de leite de pica que toma no natal.

Depois que a mamãe noel se satisfaz com muito peru e leite depica e mela lambe os lábios [os de baixo ela tenta, mas geralmente deixa o trabalho pra algum duende de plantão] a mamãe noel me recompensa e resolve dar o rabo a tapas. Mamãe noel é masoquista.

Ah, uma coisa. Ela sabe que é cansativo e trabalhoso dar essa atenção a ela, então ela também prepara alguma coisa. Diz que guarda pra mim o ano inteiro e me dá sempre com muito carinho pra que eu me delicie. Como agradecimento eu ganho uma rosquinha deliciosa da mamãe noel.

A rosquinha da mamãe noel é perigosa. A foice alerta que o rabão dela é perigosamente quase tão bom quanto o da deusa. E ainda bem que esse trabalho todo é uma vez ao ano. O natal é uma data especial onde gozamos e somos felizes, lembrem-se disso.”

É basicamente isso. Estou dando uma pausa, afinal também preciso gozar e ser feliz. Boas festas para quem leu este relato.


DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS

P.S.: Feliz natal, seus putos. Gozem muito.

22 de dezembro de 2011

Arte Sacroprofana



"La corneadora"

[...]Podemos perceber em uma breve análise da fotografia podemos perceber a síntese da contradição do conceito mulher, o paradoxo do sexo frágil da mulher e a força bruta do touro. O paradoxo se desenrola mostrando o poder das "armas" de uma mulher seminua.[...]

Bem, isso poderia ser mesmo uma análise de uma fotografia artística, se eu não fosse quem sou nem tivéssemos um coelhinho ali no canto da foto. Arte ou Putaria? Quem decide são seus olhos (e o destino está nas suas mãos. Ou uma só, depende de como você se masturba)

DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS


P.S.: Darukian adora uma enorme dose de CUltura. Mas também dá uma olhada nos resPEITOS de vez em quando.

18 de dezembro de 2011

Mistérios de Darukian - XXVIII



Se perdeu o começo da putaria, clique aqui


XXVIII



Em minhas pesquisas, surgiu uma dúvida interessante, e achei uma provável resposta neste relato.

“Investigação Sacroprofana”

A pergunta é: por que as garotas atacadas pelo Darukian não se assustam nem o rejeitam?

“Quem sou eu? Isso não importa, nem será revelado. Já corro risco demais ao pensar em revelar o que tentarei escrever aqui. É perigoso se meter com as forças das trevas. Correntes que não se desatam tão facilmente.

Existe uma criatura muito poderosa nas trevas, conhecida nas sombras por Darukian. Dizem que vaga por aí em várias formas e forma nenhuma e escolhe “presas” para alimentar a sua deusa ceifando orgasmos em troca de desejos.

Eu queria entender como isso funcionava, as histórias sobre o ceifador de orgasmos me deixavam sempre inquieta. Mas... Como encontrar ou vigiar de perto um tipo desses? Só havia um jeito. E eu iria testá-lo, mesmo que custasse minha alma [ou meu rabo].

Pesquisei muito sobre as artes sacroprofanas. Primeiro, sozinha. Depois, em um convento. Passei por muitas situações difíceis e provas duras (ai, como eram duras...duríssimas) para descobrir uma coisa. Mas não descobri isso nas minhas investigações.

Um contato. Um contato direto. Eu procurava por ele, e ele acabou me encontrando. Eu estava nua no meu quarto, imersa em pensamentos, teorias, investigações e papéis, quando ele apareceu num dos cantos do quarto.

Ainda não entendo muitas coisas daquilo. Parecia fumaça e foi tomando a forma do homem perfeito. Mas eu estava nua, por que não gritei por uma criatura esquisita estar invadindo meu quarto daquele jeito? A resposta tem um nome: foice.

A foice do Darukian é um mistério por si só. Alguma coisa nela me parou. Não tive vontade de gritar. Nem de fazer mais nada além de admirar aquela foice. E subindo o olhar, os olhos. Naquele dia eu quis ter aqueles olhos. Diz ele que quase consegui depois de algum tempo. Claro, não deixei ter algo naquela noite.

Acho que não posso contar o que obtive, mas vocês devem imaginar. Talvez, se imaginarem muito, vocês consigam descobrir. Se algum de vocês resolver investigar o Darukian, desejo-lhe muita sorte. O trabalho é muito maior e mais duro que se imagina”

Engoli em seco com a última parte, mas esclarece alguma coisa, e obscurece muitas. Quem foi que investigou o Darukian, e o que realmente aconteceu? Só consegui descobrir depois de ter uma prévia do problema com a succubus. E investigar muito os mistérios de Darukian.

DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS

17 de dezembro de 2011

Frase do dia

A Arte sacroprofana é uma máscara...



Que se esconde na face....



E se revela nos olhos.

DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS


P.S.: Agora saia do transe e leia a frase, minha puta leitora.

16 de dezembro de 2011

Frase do dia



Se a palavra é de prata, o silêncio é que mata os Lobos Homens

DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS

Incesto na Sexta




Baseado em informações confidenciais.

Acordei no meio da noite, com uma sensação de estar sendo observado. Estava mesmo. Minha irmã mais nova tava no pé da cama, com aquele olhões em cima de mim. Aí eu perguntei: "o que foi, maninha, o que vc quer?"
Ela ficou olhando um tempinho e respondeu:
"Eu tava com uma vontade de doce hoje à noite..."
Ah, vocês não tem ideia do quando a minha irmã é gulosa...como eu já sei das coisas dela, disse alguma coisa como "hmm...e por que não chupa o doce que quiser, mana? passar vontade não pode..."
O que minha irmã gulosa respondeu:
"Porque eu quero só um. Eu quero o que você tem." E fazendo bico de dengosa, ainda por cima.
Aí eu passei a mão nos cabelos dela e resolvi jogar aquele verde:
"Eu tenho? Hm...mostra onde ele tá pra mim, mostra..."
A minha mana é esperta. Ela mostrou o caminho com os dedinhos caminhando. Foi até meu chocolate. Picadura. Quem prova não se arrepende. Ela deu uma boa olhada, pegou e disse:
"Está sempre aqui. Mas é muito durinho e eu tenho que chupar..."
Ela resolve teimar de vez em quando...aí eu tenho que enrolar ela.
"Tem que chupar sim...pra não passar vontade. Toma..."
Me ajeitei e coloquei a cabeça do meu pau pertinho da boca dela, aos pouquinhos ela aprende tudo.
"Será que mamãe não vai brigar? A gente não pode comer doces depois de jantar..."
Ela sempre tem medo disso, mesmo assim começou a beijar a cabeça do meu pau...
"Ah...mas é só a gente não contar nada pra ela..."
Sou esperto demais pra deixar mamãe estragar nossa diversão. O resto eu não preciso contar, preciso?


DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS

14 de dezembro de 2011

Frase do dia



O público deveria se abrir a mais CUlturas, incluindo a Sacroprofana.

DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...