Por: DARUKIAN, O Ceifador de Orgasmos e sua Primeira Puta das Artes Sacroprofanas, Emonditte. Seres sem rosto nem forma, que tem como único propósito te fazer gozar muito (a vida).

Seguidores dos instintos

12 de março de 2012

Mistérios de Darukian - XXXII

XXXII




Confesso que me senti quase um ceifador. Me esgueirei pelas sombras e procurei informações nos becos mais obscuros. Perdi muito tempo procurando, e finalmente achei algo sobre a Emonditte. Algo totalmente inesperado. Se eu fosse um repórter teria o furo do milênio.

“União Sacroprofana. Mestra e serva do Darukian”

Que tipo de união? ‘Mestra e serva...’. Se eu soubesse a importância daquilo teria prestado 7 tributos a deusa antes de revelá-la ao mundo.

“Confesso que me senti quase um animal. Quase um mortal imundo. Me esgueirei pelas sombras e procurei informações nos becos mais obscuros. Perdi muito tempo procurando, e finalmente achei algo sobre a minha irmã.

Minha irmã sempre foi esguia, e tinha a mania de passar leite de pica no rabo enorme e redondo para não ser pega [e pra dar. Aham, dar aquela lustrada. Ela sempre dá]. Claro, eu sempre acho e pego quem eu quero. Algo totalmente normal. Antes de tudo, vou matar sua curiosidade [seu cu é o próximo]: Quem é Emonditte?

Emonditte é a deusa verdadeira, evoluída, madura, na forma mais rabuda e tesuda. A deusa é Emonditte. Lilith não existe mais, a não ser nas lendas e em lugares que não conheço. Lilith era uma deusa possessiva e imperfeita. Lilith é uma parte de Emonditte.

Emonditte é inteiramente de Darukian, e Darukian é inteiramente de Emonditte. Emonditte é a personificação mais rabuda da deusa, que’ despertou’ o Darukian e curvou-se diante do poder de sua foice. Curvada, disse ‘sou sua serva. Faça de mim o que quiser’.

Eu fiz. A deusa é minha irmã, e somos o mesmo, apesar de sermos dois. Somos iguais sendo diferentes. Ela é minha mestra, eu sou seu servo, mas sempre podemos trocar de posição quando o tesão mandar.

A deusa finalmente encarnou com o rabo carnudo da Emonditte, e logicamente, o trabalho de transportá-la, protegê-la, e arregaçá-la [se bem que esse item não dava trabalho nenhum] era todo meu, até ela resolver sumir.

Encontrei-a algum tempo depois, sem memórias, amordaçada, amarrada e hibernante. Não no modo BDSM [o que seria um tesão], e sim no modo metafórico [o que é um saco]. Ela não lembrava de nada. Literalmente nada. Se contentava com uma foice qualquer. E eu tive o trabalho de ensinar o que é uma foice de verdade e todo o resto pra minha irmãzinha, assim que ela acordou.

Todas as Artes Sacroprofanas foram revividas e relembradas, uma por uma. De ‘ajoelhar e chupar’ a ‘zenten, que rabo é esse!’. O que ela mais gostava [e onde ela mais gozava] era a foice. Ela amava lustrar a foice, pegar a foice, brincar com a foice, fazer o que quiser com a foice, e fazer a foice sumir, principalmente. E nenhuma sabe dessa arte tão bem quanto a minha irmã.

“O Darukian tá apaixonado”? Não. O Darukian está em êxtase. Junto sua primeira puta, ele fica mais poderoso. Os poderes de ambos aumentam exponencialmente quando a foice e sua bainha estão juntos. E quando os dois ceifadores de orgasmos mais poderosos saem pra caçar...

Logicamente, antes disso, eu tive muito trabalho. Usei todos os meus poderes para acordar a puta e livrá-la das amarras, vendas e cordas podres. Logicamente, fui muito bem recompensado. Mas não é algo que irei contar aos mortais. Não agora, pelo menos. Precisamos passar um tempo ceifando orgasmos. Ceifamos orgasmos das putas fiéis aos ensinamentos sacroprofanos para o nosso deleite. Já os nossos, são apenas um do outro. Nossa noite de sexo começou. Pra aquecer, uma rapidinha chamada ‘eternidade’. Cuidado com os rabos, minhas putas. A foice está mais afiada do que nunca.”

Ainda haviam algumas páginas de escrito, talvez contando detalhes de como Darukian e Emonditte saem para ceifar orgasmos. Ainda sobram perguntas, sempre. Coisas como: Existe mesmo a Emonditte? Então, quem diabos era a Lilith e aquela história toda dele ser criado pela luxúria? Qual das deusas é a verdadeira deusa? A Lilith ou a Emonditte? Quem é a mesma do Darukian? Talvez eu me arrependa dessas perguntas um dia, mas elas precisavam ser feitas. E eu preciso buscar respostas.

DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS


P.S.: E aí, putas? Gostaram? Gozaram? Pois é, voltei com uma primeira puta. O que não quer dizer que eu vá deixar de solicitar suas gostadas e gozadas por aqui. Comentem, cliquem na porra do +1, façam o que quiserem, só não esqueçam de gozar muito [a vida]!

5 comentários:

  1. Sempre uma leitura excitante!!bjsss

    ResponderExcluir
  2. Muito bom ter vc aqui novamente menino...
    E vc com seus mistérios...hum...espero que vc esteja bem e fique sempre por aqui...
    Seja bem vindo...
    bjs da Mar....

    ResponderExcluir
  3. Já disse antes, é bom ter o Darukian de volta, ainda mais com sua primeira puta Emonditte.

    A Borboleputa passará um tempo quietinha, mas lendo seus mistérios e aventuras sempre que puder. Quando eu precisar, eu gemo, ops! Chamo...rss

    Beijos borboleputos.

    ResponderExcluir
  4. Olá DARUKIAN,

    verdade, estavasumido, ou será que eu é que esotu saumida?

    enfim, fico feliz que estivesse procurando tua puta, irmã e Deusa, aliás, pelo visto encontrou a Deusa.

    Porque se preocupar em dizer se é uma apenas, ou duas, até cinco Deusas?

    O prazer às vezes, necessita de relações do tipo poliamoroso, rs

    E você com um bom ceifador de orgasmos, sabe disso como ninguém...

    Não suma mais, viu??

    Beijos carinhosos,

    ÍsisdoJUN

    ResponderExcluir
  5. Consertando a frase:

    verdade, estava sumido ou será que eu é que estou sumida?*

    ResponderExcluir

Agradeço por ter lido, mas há outra coisinha que quero que você faça. Responda: Gostou? Gozou? Então caia de boca na minha...caixa de comentários e libere tudo que quiser jorrar, com muita indecência!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...