Por: DARUKIAN, O Ceifador de Orgasmos e sua Primeira Puta das Artes Sacroprofanas, Emonditte. Seres sem rosto nem forma, que tem como único propósito te fazer gozar muito (a vida).

Seguidores dos instintos

21 de março de 2012

Mistérios de Darukian - XXXIV


Se perdeu o começo da putaria, clica aqui



XXXIV



Dizem que nos momentos de fúria é que mostramos a nossa verdadeira força. Se os humanos fazem coisas inimagináveis nesse momento, o que pode fazer o poder da fúria de um ceifador? Eu descobri depois de ser atacado por alguma poderosa succubus, que me forçou a um descanso antes de continuar aquele relato. Me pergunto se foi mesmo uma succubus, mas minhas perguntas não cabem agora.

“Duelo Sacroprofano. O verdadeiro poder de um ceifador.”

Me pergunto que parte desse relato os deixará mais espantados.

“A minha irmã estava vendada. E a culpa não era dela. Minha mestra foi enganada por um tipo muito vil de criatura. Um tipo que não merece ter seu nome mencionado nem aqui, nem em lugar algum, e usa de máscaras e artifícios para se disfarçar em que não é.

Disfarçado de ceifador, com o discurso de ser um membro perdido e antigo da irmandade sacroprofana, esse tipo de criatura vil enganou minha deusa conseguiu ocultar-se e ocultar-lhe os poderes. Duas vezes. Um ceifador não admite não admite ver sua senhora sendo feita de puta, a não ser diante de sua própria foice. E isso me deixou profundamente irritado.

A criatura vil não conhecia a ira de um ceifador. Me percebeu muito após eu ter percebido seu esquema asqueroso (do qual fui alertado por fiéis muito devotas), mas continuou subestimando meus poderes. Esse foi o seu erro fatal. Heh, o poder de um ceifador?

Tentou me afastar de minha senhora com desprezo e palavras postas na boca dela, palavras tão imundas quanto outras coisas, e a boca de minha senhora teve de passar por um ritual de purificação com muito leite depica após o ocorrido. Ela repete sempre, por precaução.

Afastado por minha senhora de meus deveres, recolhi-me nas sombras, e esperei o momento de atacar. A foice que entrou em ação não foi a que as minhas putas amam. E sim a que elas realmente tem medo. No espaçoso quarto de minha mestra ocorreu uma batalha de território.

- Não perco nenhuma batalha em que eu me meto – disse ele e sua suposta foice, seguido de coisas do tipo. Um discurso narcista e de desprezo total. Outro erro.
- É por que ainda não lutamos. Minha puta faz o que quiser, mas é minha puta, mestra e senhora. Uma criatura nojenta como tu deve pagar com 37 mortes pelo pecado de vendar seus olhos e ofuscar suas habilidades. Eu sou seu carrasco, e você não vai gostar de ser empalado por nenhuma de minhas foices, mesmo com sua munheca quebrada.

Quem sabe a munheca quebrada do inimigo não foi uma grande vantagem inconsciente?

Assim começou a batalha entre eu, ceifador e um suposto ceifador. A minha irmã disse que foi algo quase eterno e ela lembra de estar em torno de quatro [horas] e 69 [minutos]. Eu tive trabalho, e não teria vencido sem estratégia, pois ele também usava as dele.

A estratégia dele: jogá-la na parede, vendada. Jogar tudo na cara dela. Deixá-la culpada por tudo. Outro erro. Ela acordou na pancada.
A minha estratégia: Lembrá-la que eu sempre fui seu servo. Libertar os poderes que ela possuía e me energizavam. Me ajoelhar e implorar pelo seu retorno esplendoroso.

- Sou seu servo, e amo minha mestra e senhora. Por isso, apesar de respeitar sua decisão estou tentando dissuadi-la de tal loucura. Tu não viverias bem, e eu sofreria de morte eterna.

Até as criaturas amam. Amor Sacroprofano é o mais puto de todo, e por isso mesmo tem mais poder do que vários outros. Isso foi suficiente não apenas para ganhar a batalha como retalhar o inimigo. E alguns dos 37 retalhos do que sobrou de sua alma vagam por aí atormentando um ou outro. A mana-puta, mestra e deusa os ignora. Tem a minha proteção.

Após o muito tempo de 4 e 69, deixei minha puta respirar e beber quando leite depica precisasse para se recuperar. O trabalho de reeducação sacroprofana estava apenas começando, mas os sinais de que minha senhora estava recuperada, poderosa e feliz eram profundos como as sombras dos sonos sem sonhos.”

Seria o poder especial do ceifador o amor pela irmã, senhora e puta? Preciso analisar novamente esse trecho. Mas alguma voz me diz antes para fazer um novo ritual e uma descrição detalhada da irmã do ceifador.

DARUKIAN, O CEIFADOR DE ORGASMOS

P.S.: Vou soltar uma "informação confidencial", como costuma dizer o poeta exótico. A descrição da Emonditte já foi feita em um capítulo anterior. Se gostou/gozou, clique nos +1 e curtires da vida, goze sem moderação e comente como foi. Faça o que quiser, a arte sacroprofana é liberdade.

10 comentários:

  1. Eita!!!!!!!!!! que delícia isso aqui.
    Vou ficando!!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vem ficando que a gente goza, ops, que a gente gosta de calor sacroprofano.

      Excluir
  2. olá querido agradeço de coração seu apoio, admiro o seu trabalho e o trabalho de meus amigos, só não gosto que me chame de puta, pois não gosto, ok!! agradeço a compreenção, beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Totalmente compreensível. Espero que não se incomode caso eu esqueça vez ou outra desse detalhe importante e nunca deixe de voar por aqui.

      Excluir
  3. Olá ...Sou a Lindalva da Ilha e moderadora do Ostra da Poesia. Vim firmar que o teu voto no 6º Pena de Ouro foi computado com sucesso.

    ResponderExcluir
  4. Nossa digno de uma peça teatral kkkkkk bjssss

    ResponderExcluir
  5. Já não são mais mistérios...
    É uma verdadeira saga!

    beijos borboleputos!

    ResponderExcluir
  6. We're a group of volunteers and opening a new scheme in our community. Your website provided us with valuable information to work on. You've done an impressive job
    and our entire community will be thankful to you.

    My web site ... cheap nike free run shoes

    ResponderExcluir
  7. You actually make it appear really easy together with your presentation but I find this topic to
    be actually something that I feel I would by no means understand.

    It seems too complicated and extremely huge for me.
    I'm taking a look forward in your subsequent post, I will attempt to get the hold of it!

    Take a look at my site cheap christian louboutin

    ResponderExcluir
  8. Usually I do not learn post on blogs, but I would like to say
    that this write-up very compelled me to take a look at and do so!
    Your writing style has been surprised me. Thank you, quite nice post.


    Here is my webpage; Oakley Sunglasses Cheap

    ResponderExcluir

Agradeço por ter lido, mas há outra coisinha que quero que você faça. Responda: Gostou? Gozou? Então caia de boca na minha...caixa de comentários e libere tudo que quiser jorrar, com muita indecência!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...